• Agro
  • Água & Saneamento
  • Desinformação
  • Exploração & Controle
  • Florestas & Uso do Solo
  • Geopolítica
  • Pesquisa
  • Petróleo
  • Povos Indígenas & Comunidades Tradicionais
  • Sociedade Civil
  • Violência
  • Atores

Conflitos nos três anos de Bolsonaro bateram recorde da série histórica

Crédito: CPT/Via @cptnacional no Twitter

18 abr 22

Assassinatos em conflitos no campo aumentam 75% em 2021, mostra estudo da CPT

A Comissão Pastoral da Terra lançou a 36ª edição de seu relatório anual que reúne dados sobre conflitos e violências sofridas pelos trabalhadores e trabalhadoras do campo no Brasil. O levantamento “Conflitos no Campo Brasil 2021” registrou 1.768 conflitos, sendo 1.242 disputas por terra, 304 disputas por água e trabalhistas e 169 disputas trabalhistas.

Apesar da queda de 14% do total de ocorrências em relação a 2020 (2.054, maior índice desde 2011), houve um aumento de 75% nos assassinatos (de 20 para 35), 80% (28) ocorridos na região da Amazônia Legal.  A maior parte das vítimas era de indígenas (10).  A organização também destaca a ocorrência de dois massacres: a chacina que vitimou ao menos três indígenas Moxihatëtëa, na Terra Indígena Yanomami (RR), e  o assassinato de três sem-terra no Acampamento Ademar Ferreira (RO).

Em três anos do governo Bolsonaro, a CPT registrou 5.725 conflitos no campo, o maior número desde 1985, primeiro ano da publicação.

Fontes
Link copiado com sucesso!